Prestenção: Luedji Luna - Bom Mesmo É Estar Debaixo D'Água

Bom Mesmo É Estar Debaixo D'Água
Luedji Luna

Diante da complexidade dos arranjos e o lirismo profundo das letras, Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água nasce como um dos discos mais importantes do ano.

Prestenção: Kdu dos Anjos - QUANTO TEMPO HEIN, KDU?!

QUANTO TEMPO HEIN, KDU?!
Kdu dos Anjos

Kdu volta depois de um "quanto tempo, hein", e se reúne com nomes como Djonga, Hot e Rafael Fantini pra escancarar a teoria da relatividade em tempo, valor e sonoridade.

Prestenção: Lau e Eu - O Futuro Está Distante

O Futuro Está Distante
Lau e Eu

Em O Futuro Está Distante, Lau e Eu entrega um projeto e usando das diferentes potências da linguagem, constrói uma obra que coloca em questão a experiência da cidade ao lado dos desamores, frustrações e medos.

Prestenção: Crack Cloud - Pain Olympics

Pain Olympics
Crack Cloud

Em seu trabalho de estreia, o coletivo canadense Crack Cloud se ambienta no pós punk, na eletrônica e no industrial pra falar principalmente da política da humanidade, num mundo onde planejamento e caos são sinônimos.

Prestenção: Carne Doce - Interior

Interior
Carne Doce

Carne Doce aguça a poesia como o sumo doce de um pequi através de uma viagem que explora a dualidade da palavra interior, entregando mais uma obra que impacta pela forma de criar imagens através da palavra e do som.

Prestenção: Everything Everything - RE-ANIMATOR

RE-ANIMATOR
Everything Everything

RE-ANIMATOR traz a animação em dois sentidos: tanto como uma revisitação ao pensamento do que é de fato humanidade e consciência quanto uma forma de reverter os pensamentos melancólicos em óticas irônicas e bem-humoradas de todo o sofrimento que o próprio ser humano causou a si mesmo.

Prestenção: PVRIS - Use Me

Use Me
PVRIS

Numa nova roupagem, PVRIS dança entre diferentes estilos para contar uma narrativa intimista que retrata a confusão, a redenção e a plenitude da nova frente da banda, Lynn Gunn.

Prestenção: Hot e Oreia - Crianças Selvagens

Crianças Selvagens
Hot e Oreia

Cercado de colaborações, o novo disco de Hot e Oreia consolida a dupla como uma das mais criativas da cena, ao trazerem reflexões a respeito do Brasil de hoje, que com certeza, é o mesmo Brasil de antes. Mas que também entregam uma poesia de esperança.

Prestenção: Sevdaliza - Shabrang

Shabrang
Sevdaliza

Atravessando vulnerabilidades e fazendo com que houvesse luz quando assim o quisesse, Sevdaliza nos entrega sua obra mais direta e sensível sobre sua trajetória, perpassando relacionamentos e conflitos que se emaranham e bebem de suas raízes islâmicas mais do que nunca.

Prestenção: Kelly Lee Owens - Inner Song

Inner Song
Kelly Lee Owens

Tendo como força a palavra motriz que acompanha Inner Song, Kelly Lee Owens explora a música eletrônica e pop para se reconstruir e entender a vida e seus movimentos oscilantes. Mergulhando os medos, convida o corpo para uma dança que é a própria experiência de ouvir.

Prestenção: Fontaines D.C. - A Hero's Death

A Hero's Death
Fontaines D.C.

Em seu mais novo trabalho, o quinteto irlandês surge existencialista, desta vez com uma paisagem interna onde as ruas de Dublin cedem espaço para as ruas internas carregadas do trânsito caótico das reflexões do próprio eu.

Prestenção: Roseane Santos - Fronteiriça

Fronteiriça
Roseane Santos

Como tomar um banho de folhas, e sentir-se renovado, Fronteiriça é um disco enorme ao tocar em lugares profundos, e ainda que seja dolorido, conforta e apresenta o poder da conexão.

Prestenção: Ventura Profana, Podeserdesligado - Traquejos Pentecostais Para Matar O Senhor

Traquejos Pentecostais Para Matar O Senhor
Ventura Profana, Podeserdesligado

Ventura Profana e Podeserdesligado sucumbem a figura do sagrado cis e branco que embesta e mata a figura da trava num trabalho extremamente necessário que fala da restituição preta e travesti, num espaço pós sagrado que cria conforto e revolução àquelas que sempre foram excomungadas do senso comum.

Prestenção: Negro Leo - Desejo de Lacrar

Desejo de Lacrar
Negro Leo

Num momento onde a única forma mais segura de sair de casa é através da internet, Negro Leo nos aponta as problemáticas dos discursos e movimentos que surgiram digitalmente, ressignificando a lacração num ambiente tropicalista e experimental.

Prestenção: Lianne La Havas - Lianne La Havas

Lianne La Havas
Lianne La Havas

Lianne La Havas após um hiato de cinco anos entrega um disco que é reflexo de rupturas ao longo desse período. Do compreendimento das dores e mudanças da vida, nos ensina que o processo é sobre enxergar a beleza da força encontrada, do que propriamente palavras para se reerguer. Ainda que também possa ser isso.

Prestenção: Tora - Cavalier

Cavalier
Tora

Para ficar atento nesse nome, Tora estreia em Cavalier, mostrando toda sua potência como intérprete e compositora. Usando o que há de tradicional e contemporâneo do R&B, flerta com a música pop e entrega um som íntimo e profundo, para se ouvir bem mais de uma vez.

Prestenção: Jessie Ware - What's Your Pleasure?

What's Your Pleasure?
Jessie Ware

Através de remodelações super atuais de estilos muito clássicos como o Groovy e o Disco, Jessie Ware te puxa do caos do mundo pra te levar pra uma balada que te faz experimentar os melhores prazeres da vida.

Prestenção: ABC Love - Back To Love

Back To Love
ABC Love

Repleto de colaborações, ABC Love entrega um disco que fala sobre as tentativas do amor através do diálogo com outras linguagens como o cinema, a literatura e as artes visuais, num registro vivo e colorido.

Prestenção: Cadu Tenório - Monument for Nothing

Monument for Nothing
Cadu Tenório

Como se fosse o último trabalho de sua vida, Cadu Tenório entrega a público seu trabalho mais completo, sensível e certeiro ao descrever o sentimento alimentado por um futuro de incógnitas, que fala de um processo que percorreu tudo para acabar [talvez] em um nada.

Prestenção: Austra - HiRUDiN

HiRUDiN
Austra

Assim como uma substância anticoagulante Austra faz um relacionamento tóxico descer mais fácil mas ainda ser presente na circulação sanguínea em um álbum que fala de términos mas também de recomeços.

Prestenção: BIANA - Imilla

Imilla
BIANA

BIANA em sua estreia mostra sua essência versátil e a liberdade presente em letra e em sonoridade criando uma obra pop que se conecta com as ouvintes, fazendo pensar a força que nos compõe.

Prestenção: Fiona Apple - Fetch the Bolt Cutters

Fetch the Bolt Cutters
Fiona Apple

É fato que a crueza de acontecimentos nunca foi algo totalmente bem digerido pelas diversas pessoas que os enfrentam e os recebem. Mas da mesma forma que coisas cruas demoram para digerir, Fiona Apple faz de seu novo trabalho um clássico que ficará no estômago por muito mais do que pouco tempo.

Prestenção: Mahmundi - Mundo Novo

Mundo Novo
Mahmundi

Mahmundi agora aponta para novas direções na busca por uma sonoridade orgânica que é também a face daqueles que aprenderam a olhar a vida de uma outra forma.

Prestenção: Hayley Williams - Petals For Armor

Petals For Armor
Hayley Williams

Em sua primeira obra solo a artista cresce e floresce, dando um ponto final em uma história que a consumiu por longos momentos e que agora apenas serve de alicerce para uma nova primavera.

Prestenção: A Outra Banda da Lua - A Outra Banda da Lua

A Outra Banda da Lua
A Outra Banda da Lua

Terrestre ao mesmo tempo místico, A Outra Banda da Lua festeja suas raízes e o trabalho coletivo numa celebração da música brasileira em suas inúmeras possibilidades.

Prestenção: Rina Sawayama - SAWAYAMA

SAWAYAMA
Rina Sawayama

Sair de um mundo onde os papéis e culturas são minuciosamente bem definidos e viver sua vida numa cultura onde basicamente é cada um por si, além de trazer grandes conflitos sobre a construção de uma identidade, serviu de alicerce para Rina Sawayama construir uma das melhores obras pop do ano.

Prestenção: Porridge Radio - Every Bad

Every Bad
Porridge Radio

Através de camadas de guitarras, de bateria e violino, Porridge Radio entrega um disco energético e que propõe uma experiência avassaladora ao investigar o caminho da autodescoberta que é atravessado por sentimentos que mostram beleza, mas também a face dolorosa de toda jovem de vinte e poucos anos.

Prestenção: Kiko Dinucci - Rastilho

Rastilho
Kiko Dinucci

Áspero assim como a sonoridade da palavra rastilho, o novo disco de Kiko Dinucci é uma referência ao violão e um exercício criativo e reinventivo, buscando preservar e experimentar a sonoridade através desse caminho-explosão.

Prestenção: A Trupe Poligodélica - A Transmutação do Eco em Lenda

A Transmutação do Eco em Lenda
A Trupe Poligodélica

Seja o eco que tomou corpo pra virar lenda ou seja a tecnologia que tomou corpo pra virar relação. Na era do encurtamento do tempo e das distâncias, a estréia do grupo Trupe Poligodélica te sacode pra acordar, derreter, desacelerar e refletir sobre os rumos das relações.

Prestenção: Laura Marling - Song For Our Daughter

Song For Our Daughter
Laura Marling

Cantando sobre as decepções, perdas e rompimentos a partir de uma carga melancólica mas não necessariamente triste, Laura Marling ainda dentro do indie-folk se expande na busca por outras sonoridades. Percorrendo o lugar da própria experiência para se chegar em ensinamentos que só mesmo o tempo pode lhe trazer.

Prestenção: Ultraísta - Sister

Sister
Ultraísta

Para sentir que está numa sala com muitas pessoas ao mesmo tempo em que se dança sozinha, Sister reúne as habilidades do trio em testar inúmeras sonoridades, ainda que no solo firme da música eletrônica flertando com o pop.

Prestenção: Leo Middea - Vicentina

Vicentina
Leo Middea

Vicentina é uma resposta contrária a bad europeia do músico. A mescla do mais puro som brasileiro que flui entre o samba, a bossa nova e a MPB clássica com um toque de sons do antigo mundo.

Prestenção: Josyara, Giovani Cidreira - Estreite

Estreite
Josyara, Giovani Cidreira

Em meio a amizade de dois baianos que vivem o caos da capital paulistana e em meio ao distanciamento de relações surge um estudo sobre a força da proximidade, acima de tudo do estreitamento.

Prestenção: Yves Tumor - Heaven to a Tortured Mind

Heaven to a Tortured Mind
Yves Tumor

Contando uma história com começo, meio, mas não necessariamente fim, o mais novo álbum de Yves Tumor te afunda num universo conturbado e incômodo pra questionar até onde é válido se entregar por algo que não tem mais motivos para acontecer.

Prestenção: Grimes - Miss Anthropocene

Miss Anthropocene
Grimes

Miss Anthropocene faz lembrar um jogo de video-game pela narrativa criada e não somente por isso merece os créditos. Grimes também assina a produção do disco e isso mostra a engenhosidade dessa artista multifacetada.

Prestenção: Vovô Bebê - Briga de Família

Briga de Família
Vovô Bebê

Como panela de pressão cozinhando feijão, Briga de Família percorre o som do vapor até o aroma entregue no prato em um material marcado pelo experimento múltiplo dos instrumentos e da linguagem, proporcionando uma sonoridade autêntica e experimental.

Prestenção: Cícero - Cosmo

Cosmo
Cícero

Para se estender um tapetinho no chão ou no gramado e brisar sobre a vida que acontece lá fora e aqui dentro; Cícero abraça novamente.

Prestenção: Dua Lipa - Future Nostalgia

Future Nostalgia
Dua Lipa

Do começo ao fim, Dua Lipa mostra sua evolução, sua capacidade de ser hitmaker, a sua consolidação como um dos principais nomes do pop atual e além disso, nos agracia logo no começo do ano com um dos álbuns que com certeza marcarão a década.

Prestenção: Tame Impala - The Slow Rush

The Slow Rush
Tame Impala

Que seja só mais um ano ou só mais uma hora. O importante é que você reserve um tempo pra apreciar o mais novo trabalho de Tame Impala.

Prestenção: Pabllo Vittar - 111

111
Pabllo Vittar

Mesmo sendo uma metralhadora o novo álbum de Pabllo Vittar fez a gente que tem silicone sentir o impacto do tiro.

Prestenção: Letrux - Letrux aos Prantos

Letrux aos Prantos
Letrux

Para se recolher e depois levantar e lavar o rosto, Letrux entrega um disco que toca em questões consoantes ao nosso tempo. Cada verso escrito e interpretado mostram a força da fragilidade pelo exercício de tentar enxergar a verdade do corpo e da alma.

Prestenção: Douglas Scalioni Domingues - Como Queremos Demonstrar

Como Queremos Demonstrar
Douglas Scalioni Domingues

Douglas Scalioni junto com outros parceiros (Estevan Barbosa, Jackson Ganga, Lucas Bortolucci, Lucas Nascimento, Lucca Noatto, Marlon Rissatto e Nathan Morais) entregam um material que dá pra notar que percorre as referências e a trajetória do músico mesmo não o conhecendo através de arranjos que emanam a criatividade e tradição.

Prestenção: Tennis - Swimmer

Swimmer
Tennis

Falar sobre uma relação de dez anos pode te fazer entender que marcos temporais te induzem a reciclar um amor de tal forma que ele pode inclusive ser totalmente diferente do que se tinha antes.

Prestenção: Os Amanticidas - Teto

Teto
Os Amanticidas

O disco convida para olhar para o teto; para o céu; e sentir as dúvidas comuns, pensar nos amores e dores e para que caminho a história se irá, encartados por momentos íntimos e por outros que também te convidam para sentir, mas também dançar a certa alegria do viver.

Prestenção: Poppy - I Disagree

I Disagree
Poppy

A jovenzinha creepy que antes só parecia um robô funcionando sob a execução de algum algoritmo genericamente mal feito agora tem uma estética definida, inteligente, questionadora, e te apresenta uma obra que te incomoda e te põe pra pensar.

Prestenção: Arnaldo Antunes - O Real Resiste

O Real Resiste
Arnaldo Antunes

Que Arnaldo é um ícone da música brasileira todas sabemos. E seu mais novo trabalho mostra sua força e criação ao resistir à tempos tão rígidos através do exercício da arte.

Prestenção: Kesha - High Road

High Road
Kesha

A nova brisa da fênix do pop pensa com carinho na rolezeira: rende os hits de balada que prometeu fazer você perder a voz mas também te dá os momentos de renovar sua dose de catuaba.